Motivos para a escola ser de todas as crianças juntas
  • Romeu Kazumi Sassaki
 
  • Durante os últimos 400 anos, a escola foi sempre do mesmo jeito. Como assim? Após quatro séculos, a escola continua sendo um lugar que decide tudo: o que os alunos precisam estudar, como eles precisam comportar-se para conseguir aprender o que os professores ensinam, quais atividades os alunos devem realizar, como será avaliado o aprendizado para a escola saber quem aprendeu e quem não aprendeu. A fim de poder cumprir essas decisões, a escola sempre foi um lugar que somente aceitava a matrícula das crianças que supostamente tinham capacidade intelectual para aprender.
 
  • Este tipo de escola sempre acreditou que não poderia matricular crianças consideradas, por algum critério, incapazes de aprender como a maioria dos alunos. Professores que trabalhavam neste tipo de escola sempre acreditaram que não era obrigação deles ensinar crianças que não se encaixavam no perfil de alunos capazes intelectual, visual, auditiva e fisicamente.
 
  • A escola e a sociedade copiavam uma da outra esse modelo de valorizar as pessoas capazes e excluir as pessoas consideradas incapazes. Mas, felizmente, nos últimos 15 anos, o mundo começou a mudar radicalmente contra este tipo de escola e de sociedade. Um número cada vez maior de pais, educadores e outras pessoas sinceramente preocupadas  com os direitos de todos os seres humanos defende uma escola que receba e ensine todos os tipos de criança. Uma escola que encoraje todas as crianças a aprenderem juntas, colaborando e cooperando mutuamente. Uma escola que discorde da prática de separar as crianças em capazes e incapazes. Uma escola que concorde que todas as crianças são capazes e que cada criança é capaz a seu modo. Uma escola que admite que cada criança aprende de um jeito só dela e, por isso, tem o direito de aprender do jeito dela. Uma escola que ensina o que as crianças querem e precisam aprender em função da situação de vida de cada criança.
 
  • Os profissionais da educação deram o nome de “educação inclusiva” a esta nova e revolucionária forma de ensino e aprendizagem. As escolas que adotam o modelo inclusivo chamam-se “escolas inclusivas”.
 
  • Hoje, em todo o território brasileiro – a exemplo do que ocorre em muitas partes do mundo  -, existem pais e educadores preocupados em transformar as escolas comuns em escolas inclusivas a fim de que todas as crianças e todos os jovens e adultos, quaisquer que sejam suas características diferenciais, possam estudar juntos em um ambiente positivo, includente, acolhedor, estimulante, desafiador, interessante, eficiente e eficaz. Um ambiente onde todos conseguem aprender, estudar, crescer e desenvolver-se como pessoas por inteiro.
 
  • Existem muitos recursos que podem ajudar pais e educadores a encontrar inspiração, orientação e apoio para que todos os alunos – sem 2exceção  - tenham sucesso na escola. Isto acontece porque já existe um imenso conjunto de documentos que relatam experiências bem-sucedidas em educação inclusiva. Um desses recursos é um pequeno texto que fala em 10 razões para a educação ser inclusiva. Ele foi produzido pelo Centro de Estudos sobre Educação Inclusiva, da Grã-Bretanha. Vou apresentar a seguir uma adaptação que fiz desse texto. A educação inclusiva é um direito humano, é uma educação de qualidade e tem um bom senso social. Os 10 motivos para uma escola ser de todas as crianças podem ser agrupados nestes três aspectos: direito humano, educação de qualidade e senso social.
   
  • DIREITO HUMANO
  • 1. Todas as crianças têm o direito de aprender juntas.
  • 2. As crianças não devem ser desvalorizadas ou discriminadas por meio da exclusão ou rejeição com base em  sua deficiência ou dificuldade de aprendizagem.
  • 3. Adultos com deficiência, descrevendo a si mesmos como sobreviventes de escolas especiais, estão exigindo o fim da segregação.
  • 4. Não existem razões legítimas para separar as crianças na vida educacional. As crianças se pertencem, com vantagens e benefícios para todas. Elas não precisam ser protegidas uma da outra.
 
  • EDUCAÇÃO DE QUALIDADE
  • 5. As pesquisas mostram que as crianças aprendem melhor, acadêmica e socialmente, em ambientes inclusivos.
  • 6. Não há ensino ou atenção em uma escola segregada que não possa ser oferecido em escolas comuns.
  • 7. Com apoio e compromisso, a educação inclusiva constitui um melhor uso dos recursos educacionais.
 
  • SENSO SOCIAL
  • 8. A segregação ensina as crianças a terem medo e serem ignorantes,além de fomentar o preconceito.
  • 9. Todas as crianças precisam de uma educação que as ajude a desenvolver relacionamentos e as prepare para a vida na sociedade.
  • 10. Somente a inclusão tem o potencial para reduzir o medo e construir amizade, respeito e compreensão.
  • C:ArquivosTextos de wordEducação inclusivaEducação inclusiva10 motivos para a escola ser de todas as crianças.docRomeu Kazumi
Redes Sociais:
Visitantes: 198

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *