Blocos lógicos
  • Olá pessoal,
  • Estou postando hoje sugestões de Jogos e mais atividades utilizando Blocos Lógicos.  É claro que a  adaptação ao contexto e quantidades de estudantes é fundamental.
 
  • Blocos lógicos -  Um conjunto de pequenas peças geométricas divididas em quadrados, retângulos, triângulos e círculos, por meio de cores, tamanhos e espessuras. Eles têm por finalidade auxiliar na aprendizagem de crianças da Educação Infantil. Podem ser confeccionados em madeira, E.V.A. ou cartolina com diferentes tamanhos, espessuras e cores. Desde 1950, uma importante ferramenta chamada “Blocos lógicos” foi desenvolvida e se tornou muito eficiente para que os alunos exercitem a lógica e evoluam no raciocínio abstrato. É um material extraordinário para estimular, na criança, a análise, o raciocínio e o julgamento, partindo da ação para, então, desenvolver a linguagem.
  • Esse material permite que a criança desenvolva as primeiras noções de operações lógicas e suas relações como correspondência e classificação, imprescindíveis na formação de conceitos de matemática. Segundo Piaget, “a aprendizagem da matemática envolve o conhecimento físico e o lógico-matemático. No caso dos blocos, o conhecimento físico ocorre quando a criança pega, observa e identifica os atributos de cada peça. O lógico- -matemático se dá quando ela usa esses atributos sem ter o material em mãos (raciocínio abstrato)”.
  • São compostos de 48 blocos, com quatro variáveis: cor, forma, tamanho e espessura. Existem três cores: vermelho, azul e amarelo. Quatro formas: quadrado, retângulo, círculo e triângulo. Dois tamanhos: grande e pequeno e duas espessuras: grosso e fino.
 
  • JOGO DA ADIVINHAÇÃO
  • Material: 1 caixa, objetos variados ou 1 caixa de blocos lógicos.
  • Conteúdo: percepção tátil, contagem, identificação de numerais, cores, formas, tamanho, espessura ...
  • Dividir as crianças em vários grupos e colocar os objetos ou blocos lógicos numa caixa no centro da sala, fechada com uma tampa onde há um buraco, pelo qual passa apenas a mão da criança. De cada grupo uma criança vai à caixa, a sua vez, coloca a mão, “adivinha” o que está sendo pedido (cor, forma, espessura...). Se acertar, leva a peça para seu grupo, marcando ponto. Se errar, recoloca o objeto na caixa. Ao final das rodadas combinadas, proceder a contagem de cada grupo comparando as quantidades.
 
  • PIPA
  • Material: 1 caixa de blocos lógicos, giz de lousa.
  • Conteúdo: desenvolvimento da estética, noção de cor, forma, espessura, tamanho e quantidade.
  • A professora trabalha a motivação das crianças, perguntando se elas sabem o que é uma pipa, se já viram uma voando com seu rabo comprido e colorido. Com os blocos podemos construir rabos de pipa muito bonitos. A criança pega um bloco na caixa, fala tudo o que sabe sobre ela e em seguida coloca sobre o rabo desenhado pela professora. Isto vai formar uma sequencia longa no chão da sala. Proceda o registro escrito dessa atividade.
 
  • VERDADE OU MENTIRA?
  • Material: 1 caixa de blocos lógicos
  • Conteúdo: construção de conceitos lógicos, noção de número, sequencia numérica, contagem.
  • A classe é dividida em duplas, ou pequenos grupos. Numerar os grupos. Tirar a “sorte” pra ver quem começa. Em seguida a professora esconde os blocos atrás de um anteparo, pega uma figura, dirige-se a cada grupo (um de cada vez) e diz um absurdo. Por exemplo: estou segurando uma peça vermelha e azul. Verdade ou Mentira? As crianças devem decidir, se a professora diz a verdade ou mentira. Ganha 1 ponto o grupo que acertar a resposta. Se o grupo errar, o próximo grupo tem o direito de responder. Se esse também errar, passa a vez para o próximo. (a professora sempre respeitará a ordem numérica).
 
  • JOGANDO EM EQUIPE
  • Divide a classe em dois grupos. Espalha os blocos lógicos sobre uma mesa e posiciona os grupos, em fila, a uma boa distância da mesma. A professora fica atrás da mesa, de forma que fique de frente para seus alunos. Ela sorteia uma das fichas e o primeiro da fila de cada grupo deverá correr até a mesa e pegar o que se pede. Ganha 1 ponto o grupo que conseguir primeiro achar a figura. No final contam-se os pontos de cada grupo.A)
  • material: blocos lógicos
  • conteúdo: conceito de espessura, noção de quantidade
 
  • Jogo da cor
  • Material: 3 cartelas de cores primárias;
  • Conteúdo: conceito de cor, noção de quantidade, contagem.D) Grosso ou finomaterial: 1 cartela com um risco grosso e 1 com um risco fino /Conteúdo: noção de espessura, quantidade, contagem) e atributos diversos
  • A partir de agora a professora trabalha 2 ou mais conceitos juntos.
  • Material: cartelas de cor, forma, espessura e tamanho;
  • Conteúdo: noção de cor, forma, tamanho, espessura, contagem, quantidade.A professora agora levantará 2, 3 ou 4 cartelas e a criança deve procurar o bloco correspondente.
 
  • JOGO DAS 11 CARTELAS
  • Material: cartelas de cores (3), cartela de formas (4), cartelas de tamanho (2) e cartelas de espessura (2)
  • Conteúdo: cor, forma, tamanho, espessura, contagem, quantidade. A professora dispõe as cartelas com a face para baixo e uma criança vira uma. Todas as peças com aquela característica deverão ser separados. Numa etapa seguinte, serão virados dois cartões, depois 3 e depois 4. Essa atividade levará a criança a refletir sobre o fato de que dois opostos não podem existir simultaneamente, caso ela tire as cartelas grosso e fino simultaneamente, por exemplo.
 
  • JOGO COM TABELA DOS ATRIBUTOS
  • Material: 1 cartela para cada criança, blocos lógicos
  • Conteúdo: discriminação visual, conceitos de cor, forma, espessura e tamanho.
  • A professora entrega 1 cartela para cada criança e em seguida 1 bloco que será analisado. A criança deverá fazer uma ficha quadradinho correspondente aos atributos daquela peça.Exemplo de tabela (da esquerda para a direita: vermelho, azul, amarelo, triangulo, quadrado, circulo, retângulo, grande, pequeno, grosso, fino).
 
  • JOGO SÍNTESE
  • Material: cartelas como as usadas no jogo anterior
  • Conteúdo: os mesmos do anterior. A professora entrega uma ficha para cada criança, só que dessa vez ela marca os atributos e a criança procura a peça correspondente.
 
  • JOGO DA CÓPIA
  • Material: 2 caixas de blocos
  • Conteúdo: cor, forma, tamanho, espessura, discriminação visual, sequencia lógica
  • A classe é dividida em 2 grupos. Dois alunos sentam frente a frente, cada uma com um jogo de blocos. A primeira equipe monta uma série de 5, 6 blocos e a segunda equipe terá que copiá-la, usando as peças com os mesmos atributos.
 
  • JOGO DA SEQÜÊNCIA LÓGICA
  • Material: blocos lógicos
  • Conteúdo: especifico da sequencia
  • A professora dispõe as peças numa mesa e monta uma sequencia, por cor, por exemplo: vermelho, amarelo, azul, vermelho, amarelo, azul, vermelho .... Pedir às crianças que observem o que tem de especial nessa cobra. Se as crianças não conseguirem perceber a sequencia, pode-se colocar um cartão com mancha de cor acima de cada bloco. Isto fará com que se isole o critério cor, uma vez que os blocos apresentam todos os critérios simultaneamente, o que pode gerar a dificuldade de percepção da sequencia. Quem conseguir colocar suas peças primeiramente, será o vencedor.
  • As sequencias podem variar: formas: um triângulo, um quadrado, um retângulo, um círculo, um triângulo... As crianças deverão dar continuidade, sem se preocuparem com as cores.tamanho: um grande e um pequeno, um grande...espessura: fino, grosso, fino...Podemos dar início e deixar as crianças descobrirem a sequencia. Se a maioria não conseguir, aquela que visualizou a sequencia, coloca as cartelas de ordem acima das figuras.
 
  • BINGO COM FIGURAS
  • Material: cartelas
  • Conteúdo: todos os trabalhados com os blocos, discriminação visual
  • A professora confecciona cartelas com os desenhos de todas as figuras. As peças são colocadas todas dentro de um saco. Uma criança retira uma peça e a descreve: um quadrado, vermelho, grosso, pequeno. A criança que tiver o desenho em sua cartela, tem o direito de colocar um feijão ou uma pedrinha sobre a figura para marcar os lugares. Quem primeiro completar suas cartelas vence o jogo.
 
  • JOGO DA DESCRIÇÃO
  • Material: blocos lógicos
  • Conteúdo: utilização de vocabulário especifico, percepção visual, desenvolvimento das noções de tamanho, cor, forma e espessura.
  • A professora apresenta um conjunto para as crianças, e pede que elas formem frases, olhando as peças do conjunto; exemplos: Nenhum é triângulo. Todos são quadrados. Alguns são grandes. Um é amarelo. Apenas um é azul. Muitos são retângulos. O quadrado vermelho é grosso. Nem todos são finos.
 
  • JOGO DA CHARADA
  • Material: cartelas de cores, formas, espessura e tamanho
  • Conteúdo: os trabalhadas com blocos lógicos, desenvolvimento do raciocínio lógico, discriminação visual
  • Uma equipe escolhe uma peça. Depois disso, vai colocando as cartelas de transformação e no final a peça decorrente. Essa é colocada dentro de um saco. A outra equipe terá que seguir o caminho, tentando descobrir qual a peça está dentro do saco. A equipe que acertar, marcará um ponto. Por exemplo:da esquerda para a direita (sem contar as flechas) = azul e amareloA equipe 1 mostrará o triângulo vermelho grande grosso e a equipe 2 terá que encontrar a peça escondida que é o retângulo, amarelo, pequeno e fino. Podemos desenvolver esse jogo em dois níveis de dificuldade:
  • Nível 1 - as crianças podem pegar a peça correspondente a cada modificação.
  • Nível 2 - as crianças terão que fazer as modificações mentalmente, sem manipular as peças.
 
  • O TESOURO DO PIRATA
  • Material: 1 caixa de blocos lógicos.
  • Cada criança pega 1 figura da caixa de blocos lógicos e fica atenta à história. A professora inicia a história: “Era uma vez um pirata muito mau. Ele era dono de um navio e vivia de roubar tesouros. Um dia ele roubou um baú cheinho de moedas de ouro e não repartiu com nenhum marujo de seu navio. Naquela noite uma tempestade fez com que o navio batesse nas pedras. Um buraco se abriu no casco do navio que foi ao fundo do mar. Todos os marujos e o pirata nadaram até uma pequena ilha e se salvaram. O pirata estava inconformado e fez com que seus marujos mergulhassem, um a um, até o fundo do mar para ver se recuperavam seu amado baú de moedas de ouro. Mas os marujos voltavam de mãos vazias. O pirata começou a desconfiar que um dos marujos estava lhe enganando. Então ele começa uma investigação.”Nesse momento a professora vai dando as características do ladrão. Por exemplo: o ladrão está com uma peça grande – os que estão com peças pequenas não são os ladrões e devem guarda-las na caixa. Em seguida dó outra característica: O ladrão está com uma peça grande e grossa .... depois grande grossa e vermelha .... grande, grossa, vermelha e de quatro lados, e finalmente dá a ultima característica (escolhe entre quadrado e retângulo). A cada vez que fizer essa brincadeira muda as características.
  • Variação: a professora entrega uma cartela com os dados da figura para que a criança descubra.
 
  • DITADO DE FORMAS E POSIÇÕES
  • Material: blocos lógicos
  • Conteúdo: noção espacial, lateralidade, raciocínio lógico, linguagem verbal, desenvolvimento de conceitos diversos como: em cima, embaixo, dentro, fora, de um lado, do outro, etc. Uma dupla de crianças, sentadas uma de costas para a outra tendo uma mesa à sua frente. Cada um recebe blocos idênticos. Um deles deve montar uma cena com suas figuras. Depois disso, ditará ao seu companheiro que tentará montar uma cena idêntica. O que dita deve dar o maior número de informações possível.
  • Por exemplo: Coloque o circulo vermelho no meio da mesa. Coloque o quadrado azul em cima dele. O triângulo azul fica do lado direito do círculo.Obs.: os blocos podem ser trocados por objetos diversos: cola, tesoura, caneca, lápis, etc.
 
  • JOGO DAS DIFERENÇAS
  • Material: blocos lógicos Conteúdo: os trabalhados com os blocos, percepção visual, desenvolvimento do raciocínio lógico.
  • Nesta atividade, as crianças trabalham sobre um quadro contendo três peças. O desafio consiste em escolher a quarta peça observando que, entre ela e sua vizinha, deverá haver o mesmo número de diferenças existente entre as outras duas peças do quadro.
  • Exemplo:
  • 1- triângulo, amarelo, grosso e grande;
  • 2- quadrado, amarelo, grosso e grande;
  • 3- retângulo, amarelo, grosso e grande;Eles deverão escolher a quarta peça (círculo, amarelo, grosso e grande) observando que, entre ela e sua vizinha, deverá haver o mesmo número de diferenças existente entre as outras duas peças (a diferença na forma).
  • As peças serão colocadas pela professora de forma que, em primeiro lugar, haja apenas uma diferença. Depois duas, três e, por fim, quatro diferenças entre as peças...
 
  • O QUE É, O QUE É...
  • Material: uma sacola e os blocos lógicos (sugiro 4 peças diferentes).
  • Aplicação: Selecionar as peças colocadas dentro do saco e mostrar às crianças. A criança coloca a mão no saco e através do tato identificará a forma que tateou. À medida que forem retiradas do saco, perguntar quantas ainda faltam.
  • Variação: a professora (ou uma criança) coloca a mão, descreve e as crianças tentam adivinhar. Ex.: tem quatro lados do mesmo tamanho (quadrado).
Redes Sociais:
Visitantes: 238

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *