Eficiência Motriz
  Olá colegas,

A Coordenação Motora dá força para a criança correr, pular, dançar, caminhar ou qualquer outra atividade responsável pelo impulso físico.

Ela abrange todos os músculos que possibilitam os pequenos a essas brincadeiras. Assim como a fina, coordenação motora grossa também precisa ser estimulada desde a primeira infância. Vale lembrar que também podemos concebê-la como coordenação motora ampla.

A função de escrever, fazer desenhos, pinturas, colagens, recortar papel, fazer traçados em folhas são apenas algumas atividades que podem ser feitas graças à coordenação motora fina. Ela é responsável pelo trabalho de pequenos músculos, localizados, principalmente, nas mãos e nos pés.

É imprescindível que os exercícios estimulantes sejam aplicados gradativamente, respeitando a idade da criança. O aconselhável é que se promovam exercícios que sigam do mais fácil ao mais difícil.

Para ativar a coordenação motora grossa das crianças nada melhor que promover tarefas divertidas, como correr, brincar de pega-pega, pular, brincar de amarelinha e tudo aquilo que fez parte da nossa infância também.

Essas atividades são muito importantes para enriquecer tais funções musculares nas crianças. Outra dica é encontrar objetos que sirvam de complemento para as brincadeiras: bolas, cordas, etc. Por isso as aulas ao ar livre são indispensáveis, porque as crianças podem estimular a coordenação motora grossa de maneira lúdica.

 

Sugestões

A letra é um ato motor. Toda criança precisa treinar a escrita para ter bons resultados na hora de se expressarem no papel.

– Primeira dica: nunca comece a trabalhar a coordenação motora com as mãos. Isso é importante porque antes de tudo vem a consciência corporal da criança. É muito bom que se trabalhe o esquema corporal para que o pequeno conheça a força de seu corpo. Expressar o próprio corpo influencia a escrita. É tudo muito organizado neurologicamente. – Trabalhar o tônus é muito importante para que haja a facilidade na hora da escrita. Vale lembrar que na escrita há dois mecanismos muito importantes: a pressão e a preensão. Esses dois aspectos são muito válidos para que a criança tenha a firmeza nas mãos na hora de escrever.

   

Tônus

Se a criança tiver muita força, então você tem que estimular a habilidade que trabalhe com menos pressão. Se ela tiver menos força é o contrário: estimular mais força.

Trabalhe os olhos da criança. É muito relevante que se estimule o controle visual, mas vocês sabem o motivo? É o olho que vai guiar a mão que vai escrever. Outra dica é treiná-la com pequenas brincadeiras que vão induzir a habilidade dos pequenos a estimularem os olhos e as mãos. A coordenação motora vai muito além do caderno de caligrafia. Não se esqueçam que as crianças precisam correr, movimentar-se. Para escrever, a gente precisa ter tônus. A letra é um ato motor. Toda criança precisa treinar a escrita para ter bons resultados na hora de se expressarem no papel.

Na coordenação motora fina, uma das maneiras mais eficazes de se treinar a criança se dá por meio de exercícios que envolvam os movimentos das mãos. O mais interessante é que isso pode ser feito de várias maneiras: giz de cera, lápis, tinta guache, colagem de papeis, barbantes e lãs, bolinhas, tampinhas, palitos...

  Abraços Inclusivos!
Redes Sociais:
Visitantes: 241

One thought on “Eficiência Motriz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *