Habilidades Sociais Avançadas
  • HABILIDADES SOCIAIS AVANÇADAS
  • Natalie Brito Araripe
   
  • Hoje veremos algumas Habilidades Sociais mais complexas. Entraremos um pouco no escopo das neurociências para falar dessas habilidades e falaremos sobre algumas estratégias de ensino. É importante ressaltar que essas estratégias trazem ideias de recursos e estímulos e que devem ser implementadas por meio dos procedimentos já ensinados na disciplina de estratégias de intervenção. Crianças com autismo podem possuir boas rotas de memorização, no entanto, habilidades para integrar as informações, principalmente em habilidades em situações novas, pode ser bastante difícil. As neurociências ligam a dificuldade nas funções executivas ao autismo. A função executiva trata-se de uma habilidade metacognitiva, pois integra diversas habilidades diferentes na resolução de um problema ou execução de uma tarefa.
 
  • A função executiva do cérebro vem sendo definida como um conjunto de habilidades, que de forma integrada, possibilitam ao indivíduo direcionar comportamentos a objetivos, realizando ações voluntárias. Tais ações são auto- -organizadas, mediante a avaliação de sua adequação e eficiência em relação ao objetivo pretendido, de modo a eleger as estratégias mais eficientes, resolvendo assim, problemas imediatos, e/ou de médio e longo prazo (Junior & Melo, 2011, p. 309). Outra dificuldade relacionada às habilidades sociais mais avançadas é a de resolução de problemas. a resolução de problemas é tida como “qualquer comportamento de manipulação de variáveis que aumenta a probabilidade do aparecimento de uma resposta que produza reforçamento naquela situação” (Skinner, 1953/1989, 1974/1982, apud Barbosa, 2003, p. 186). Para resolver um problema, a pessoa precisa recombinar repertórios existentes na aplicação de um problema. A análise do comportamento também tem se aproximado do estudo da cognição por meio da Teoria das Molduras Relacionais. O responder relacional envolve responder a um evento em função de outro. Resolver problemas pode ser uma tarefa relacional complexa. Noções de analogia, similaridade, oposição, mais que, menos que são algumas noções abordadas pela RFT que podem estar envolvidas na resolução de problemas. Algumas estratégias podem ser empregadas como requisitos para a resolução de problemas. Essas estratégias são abordadas na referência base indicada nessa disciplina, Social Skills Solutions (McKinnon, K., & Krempa, 2002) e são resumidas abaixo:
 
  • • Ensino do conceito de antes e depois primeiramente com dois itens de preferência e depois com um item de não preferência e um de preferência.
  • ]• Ensino do conceito de antes, depois, primeiro depois e último por meio de sequências visuais.
  • • Uso de pistas visuais para o ensino de execução simples de atividades.
  • • Ensino de contar e recontar histórias.
  • • Ensino de fazer listas.
  • • Ensino de planejar tarefas.
 
  • Outra habilidade social avançada importante abordada  é linguagem avançada. Dificuldades nessa área envolvem dificuldades em expansão do vocabulário, literalidade, dificuldade de dizer e interpretar mentiras brandas, em dizer e interpretar metáforas, em compreender expressões idiomáticas, em compreender piadas e inferências. O ensino dessas habilidades perpassa pelo ensino do comportamento verbal autoclítico. Autoclíticos são respostas verbais relacionadas à organização, edição, manipulação e seleção de comportamento verbal. É o comportamento verbal que age sobre outro comportamento verbal do próprio falante (Santos & Sousa, 2017, p. 91). Dentro da Teoria das Molduras Relacionais, há a Moldura Relacional de Inferência Dedutiva, a qual envolve dicas contextuais de elementos sintáticos (ex: junção entre sujeito e predicado), elementos frasais que indicam quantidade e qualidade (ex.: todos, algum, nenhum...) e elementos frasais que indiquem ordem e conclusão (portanto...) (CEBRIA, 2016).
 
  • Para pensarmos em uma inferência dedutiva, por exemplo, a pessoa teria que começar coordenando informações contextuais para inferir ideias (ex.: pessoa usando máscara, jaleco -→ devem estar em algum hospital). Abaixo, algumas estratégias no ensino dessas habilidades de inferência e dedução:
  • • Ensino de leitura de expressões corporais.
  • • Ensino da dedução do que pessoas estão sentindo e fazendo, ao colocar o som de um vídeo em mudo.
  • • Ensino de interpretação de piadas.
  • • Ensino de interpretação de metáforas.
  • • Ensino de interpretação de expressões idiomáticas.
  • • Ensino de inferências por meio de pistas visuais.
 
  • Por fim, terminamos o módulo falando da classe de comportamentos de fazer amigos e manter amigos. O conceito de amizade, a importância de se ter amigo e o treino de comportamentos que possam enriquecer a relação com os pares precisa fazer parte do planejamento de ensino. O estudo da amizade é um objeto comum da psicologia social e da aprendizagem social de Bandura. A amizade é “uma interação entre dois ou mais indivíduos, recíproca e iniciada por livre escolha. É uma relação diádica bilateral, íntima, mútua e voluntária” (Lisboa, 2005. P. 29). A amizade proporciona efeito protetivo em relação ao Bullying e permite trocas sociais importantes. Abaixo, estão algumas estratégias para o ensino do conceito de amizade:
 
  • • Ensinar a semelhança e a diferença entre gostos em comum.
  • • Utilizar narrativas sociais para o ensino do conceito de amizade e comportamentos de amigo.
 
  • Por fim, algumas estratégias facilitadoras do comportamento e fazer e manter amigos:
  • • Planejar encontros de brincar.
  • • Parear a criança de atividades divertidas.
  • • Praticar encontros com rotinas visuais.
  • • Mediar interações entre pares.
  • • Planejar interações mediadas por pares.
Redes Sociais:
Visitantes: 395

2 thoughts on “Habilidades Sociais Avançadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *