Bumetanida – medicação para o Autismo?
  • Por Diane Marli
  • Olá colegas,
  • Saiu o resultado de uma grande  pesquisa em relação a medicação Bumetanida. Um medicamento direcionado ao Transtorno do Espectro Autista – TEA. O estudo Multicêntrico de extrema qualidade, envolveu 14 países – Inclusive no Brasil, não só o processo de aplicação mas também de conferência dos dados, trazendo segurança para o estudo.
  • A pesquisa  visava utilizar a molécula para alcançar o centro do Autismo, medido pela escala CARS e também comorbidades secundários com a Escala de Responsividade Social, SRS e a Escala de Impressão Clínica Global - CGI Scale. Os estudos randomizados (um grupo tomando Bumetanina, outro grupo tomando placebo, sem saber qual é qual, e do mesmo modo, quem avalia, similarmente não sabe também....) mostraram nos resultados que  as pessoas com Autismo que tomaram a Bumetanida não tiveram ganhos expressivas em relação àquelas que tomaram o placebo.
  • O estudo foi então encerrado, porque não houve resultados significativos. Um grupo tomou bumetanida, outro grupo placebo, (mesmo cheiro, mesmo gosto, textura...) mas sem o princípio ativo.
  • As avaliações voltaram-se aos  os sintomas do núcleo do autismo através de uma escala, CARS – Validada no Brasil. Buscou-se  o núcleo do Autismo, mudanças no aspecto central  ganhos secundários, como também ganhos na responsividade Social, SRS e a Escala de Impressão Clínica. Infelizmente os resultados satisfatórios não foram suficientes.
  • Estudos como este não perdem o valor por a hipótese ser falsa, poderia gastar muito dinheiro, tempo... A ciência avança para novos achados, novos estudos, novas esperanças!
  • Abraços Inclusivos!
Redes Sociais:
Visitantes: 338

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *